Breadcrumbs

Como​ ​Bert​ ​Hellinger​ ​descobriu​ ​as​ ​ordens​ ​do​ ​amor?

Data27, dezembro 2017
Autortalkzdigital
Categorias

Como​ ​Bert​ ​Hellinger​ ​descobriu​ ​as​ ​ordens​ ​do​ ​amor?

A descoberta das ordens do amor é a chave no início das constelações familiares​. Essas tendências básicas que inconscientemente governam as famílias foram descobertas por Bert Hellinger. Vamos explicar como Hellinger descobriu as ordens do amor.

Em 2001 em entrevista a Joan Garriga, Bert Hellinger esclareceu que houveram três antecedentes que indicaram sua descoberta sobre as ordens do amor. A primeira aconteceu em uma dinâmica de grupo que ele chamou de “cadeira quente​” . O segundo marco para a descoberta foi, em suas palavras “um artigo de Jay Haley sobre o ‘triângulo perverso​’, que descreve o caso de uma escola, quando um professor, em vez de se juntar aos outros professores, pacta com os alunos e desenvolve uma desordem fatal. Ou quando um aluno se junta aos professores em vez de estar com os alunos, por exemplo, há uma desordem, algo perverso. “Lá percebi que havia uma ordem de prioridade e a necessidade de ignorar os limites. Isso foi importante para mim”.

Além disso, Bert ainda conta que o livro de Ivan Boszormenyi-Nagy, “Invisible Loyalties​” também foi muito importante para a descoberta das ordens de amor. Mas sobretudo, Hellinger ressalta que a observação da dinâmica de grupo ​por seis anos foi o essencial.

Como observa Hellinger:

“Lá estava assistindo por 6 anos, observando para ver como a consciência atuava, e eu consegui perceber seus diferentes níveis. E então percebi o que está acontecendo nas famílias: todos se comportam de acordo com certas leis que eles próprios não conhecem, e onde o movimento vai contra as leis, a desordem ​e a infelicidade se desenvolvem. A descoberta dessa consciência inconsciente, que é ao mesmo tempo é uma consciência comum de toda a família, me levou a entender as implicações sistêmicas. Só sabendo que existem certas ordens de amor, e que também existem implicações sistêmicas, podemos encontrar as ordens em que o amor pode se desenvolver”.

Evolução​ ​das​ ​ordens​ ​do​ ​amor

Nos últimos anos, as Constelações Familiares ​evoluíram para o que Hellinger chama de “constelações familiares espirituais”. O espiritual nesse caso está relacionado ao movimento criativo da vida​, transcende as ordens do amor (que permanecem no plano da consciência familiar). Nas palavras de Bert Hellinger: “a evolução das Constelações Familiares foi acompanhada por uma nova compreensão de nossa alma e nosso espírito. Mas, acima de tudo, uma nova compreensão dos limites da nossa consciência​. Por exemplo, quando nossa consciência coloca limites ao nosso amor e aos nossos relacionamentos “, conclui Bert Hellinger.

Voltar